Nos últimos 10 dias, 147 pessoas morreram no estado de Bihar, no norte da Índia, vítimas de raios. Segundo autoridades, os acontecimentos são causados pelas condições climáticas extremas, impulsionadas pelas mudanças no clima. Desde o fim de março, foram 215 mortes registradas.

“Fui informado por especialistas em clima, cientistas e autoridades de que o aumento da temperatura devido à mudança climática é a principal causa por trás dos crescentes raios”, afirmou o ministro de Gerenciamento de Desastres de Bihar, Lakshmeshwar Rai. O departamento Meteorológico do país alertou para mais raios nas próximas 48 horas.

Reprodução

Relâmpago na cidade de Jaipur. Foto: AFP

Com o período de monções, que vai de junho a setembro, é natural ter uma grande incidência de raios na Índia. O período é fundamental para reabastecer a água no sul da Ásia, mas também causa mortes e destruição.

Ainda de acordo com as autoridades, o número de mortos em 2020 já superou o total registrado anualmente para o estado nos últimos anos. Em 2019, foram 170 óbitos por descargas elétricas no céu.

Para ajudar à população, as autoridades lançaram um aplicativo de celular para ajudar a prever as descargas elétricas. No entanto, a medida não será vantajosa para todos, visto que muitos dos agricultores da região não possuem smartphones.

Via: Science Alert

Por Olhar Digital :: Notícias
https://olhardigital.com.br/noticia/raios-mortais-na-ndia-matam-147-pessoas-em-10-dias/103089