O Instagram está removendo contas e publicações que apoiam o general iraniano Qassem Soleimani de sua plataforma. A rede social, que pertence ao Facebook, é uma das poucas que não está bloqueada no Irã. Um porta-voz do Facebook disse, em comunicado à CNN, que a atitude é feita para cumprir as sanções dos EUA.

O general Qassem Soleimani era um dos homens mais poderosos do Irã, muito próximo ao líder supremo do país, o aiatolá Ali Khamenei, e considerado o principal nome da inteligência militar iraniana. Soleimani foi morto no dia 2 de janeiro, em um ataque aéreo feito pelos EUA, em Bagdá, no Iraque.

Em protesto, o governo iraniano pediu uma ação legal, em todo o país, contra o Instagram. Chegaram até a criar um portal em um site do governo para que os usuários do aplicativo enviassem exemplos de postagens removidas pela plataforma, de acordo com a mídia local.

Reprodução

Ao contrário do Instagram, o Twitter e o Facebook estão bloqueados no país, mas alguns iranianos acessam esses sites usando VPNs.

Um porta-voz do Twitter alegou que sua rede não está removendo postagens de apoio a Soleimani. Segundo ele, desde que os usuários do Twitter cumpram as regras da empresa, suas postagens não serão removidas.

O Instagram encerrou a conta de Soleimani em abril do ano passado, depois que o governo norte-americano designou o Corpo Revolucionário da Guarda Islâmica (IRGC) como um grupo terrorista. Soleimani era um comandante do IRGC.

Em um tuíte condenando a plataforma, o porta-voz do governo do Irã, Ali Rabiei, chamou as ações do Instagram de “antidemocráticas”.

Como parte de sua conformidade com as leis norte-americanas, o porta-voz do Facebook disse que a empresa remove contas executadas por, ou em, nome de pessoas e organizações sancionadas. Ela também remove postagens que recomendam as ações de partes ou indivíduos sancionados. O porta-voz alegou ainda que o Facebook tem um processo de apelação, caso os usuários acreditem que a postagem foi removida por engano.

Via: CNN Business

from Olhar Digital :: Notícias https://ift.tt/2QTEmPz