A partir de julho, o Instagram permitirá que criadores de conteúdo vendam mercadorias diretamente no aplicativo. A plataforma anunciou nesta terça-feira (23) novos Requisitos de Elegibilidade para o Comércio que expandem o acesso ao Instagram Shopping para mais empresas, incluindo criadores. Essa é uma forma de ajudar os criadores que não podem fazer vendas presenciais por conta da pandemia de Covid-19.

A atualização dos requisitos entra em vigor a partir do dia 9 de julho. As novidades se aplicam a todos os países nos quais o recurso Loja é suportado. As contas dos criadores deverão demonstrar credibilidade e ser apoiadas por uma presença autêntica e bem estabelecida na rede social, situação que “também pode incluir a manutenção de uma base suficiente de seguidores”. No entanto, a empresa não especificou quantos seguidores um criador precisa ter para se qualificar nesse requisito. Além disso, os criadores de conteúdo também terão que etiquetar produtos no Instagram a partir de um único site, seja de autoria própria ou uma plataforma usada para vendas.

Reprodução

Novos requisitos para a venda de produtos no Instagram vão incluir criadores de conteúdo. Imagem: Instagram

O Instagram trabalha há anos para tornar as compras a base da experiência dos usuários com o app. Em 2016, a empresa introduziu tags de compras pela primeira vez. Dois anos depois, em 2018, o recurso da Loja foi incorporado aos Stories e à aba Explorar. No ano passado, celebridades e influenciadores tiveram acesso aos recursos do Instagram Shopping. Até agora, contudo, os criadores haviam sido deixados de fora da experiência de compra.

Como comparação, o YouTube permite que seus criadores nos Estados Unidos vendam produtos desde 2018. Faz sentido que o Instagram agora permita o mesmo em sua plataforma, ainda que tenha levado algum tempo.

Via: Engadget

Por Olhar Digital :: Notícias
https://olhardigital.com.br/noticia/criadores-de-conteudo-agora-poderao-vender-produtos-no-instagram/102530