Um show de luzes chamou a atenção nos céus australianos na madrugada de segunda-feira (15). Diversos observadores impressionados gravaram uma bola de fogo azul esverdeada cruzando o céu noturno.

O objeto surgiu pouco antes da 1h, horário local, e foi relatado por testemunhas na região de Pilbara (na Austrália Ocidental), no Território Norte e no Sul da Austrália, de acordo com a ABC News. Ainda não se sabe ao certo o que era o objeto, mas especialistas acreditam que seja um fenômeno natural, como um meteoro.

Para a sorte dos observadores, a bola de fogo se manteve no ar por mais de 30 segundos, permitindo ser registrada por diversas câmeras de celulares. Várias testemunhas enviaram vídeos para um grupo no Facebook dedicado a relatos de meteoros no país, incluindo esta bela imagem capturada na Ilha Barrow.

O suposto meteoro fez o céu noturno brilhar em tons de verde e azul. Glen Nagle, cientista da estação de rastreamento CSIRO – Nasa em Camberra, afirmou em entrevista à ABC News que a cor provavelmente se deve a uma alta concentração de ferro no objeto.

Renae Sayers, embaixadora da pesquisa no Centro de Ciência, Tecnologia e Espaço da Universidade Curtin, disse que, devido à sua linha forte e limpa deixada no céu, provavelmente trata-se de um objeto natural.

“O que costumamos ver, quando objetos como detritos espaciais, ou se é um satélite queimando, é como estalos e faíscas”, contou Sayers. “Isso se deve ao fato de haver coisas queimando – então você tem painéis solares espalhados por todo o lugar, você tem pedaços de metal se movendo à medida que queima em nossa atmosfera”.

Meteoros na Terra

Embora espetaculares e um pouco assustadores, meteoros ou “estrelas cadentes” são um fenômeno relativamente comum. Cerca de 500 meteoritos atingem a superfície da Terra todos os anos, com incontáveis meteoros queimando na atmosfera antes de atingir o solo.

Objetos do tamanho de campos de futebol atingem o planeta uma vez a cada dois mil anos, causando extensos danos locais, enquanto asteroides que representam risco real caem na Terra na ordem de milhões de anos (como aquele que causou a extinção dos dinossauros), de acordo com a Nasa.

Um evento semelhante foi visto em maio, também na Austrália, quando detritos espaciais de entrada produziram uma bola de fogo impressionante – um fenômeno atribuído a um foguete russo queimando em sua reentrada na atmosfera.

Via: Gizmodo

Por Olhar Digital :: Notícias
https://olhardigital.com.br/ciencia-e-espaco/noticia/bola-de-fogo-verde-azulada-ilumina-os-ceus-australianos-veja-video/102210