Nem todos podem ficar em suas casas neste momento do coronavírus, e acabam se expondo ao risco. Infelizmente, essa situação atingiu um motorista de Uber nos Estados Unidos, que não era idoso, e foi infectado após transportar um passageiro doente.

Anil Subba, imigrante do Nepal, tinha cerca de 40 anos de idade, era casado e tinha três filhos, como informa o New York Post. Ele ficou assustado após buscar um passageiro no aeroporto John Franklin Kennedy em Nova York, cidade que se tornou o epicentro do coronavírus nos EUA, na primeira semana de março e parou de transportar passageiros. No entanto, já era tarde demais. Há duas semanas, ele sentiu os sintomas da Covid-19, se internou e morreu, apenas dois dias após ser ligado a um respirador, na terça-feira (24).

A Uber tem tentado aliviar um pouco a situação dos motoristas neste momento, mas eles ainda estão expostos. A empresa prometeu 14 dias de apoio financeiro para quem for diagnosticado com Covid-19 ou em situações em que governos imponham confinamento, para que eles não tenham sua renda cortada enquanto estão doentes e cortou as funções Pool, que faz com que vários usuários compartilhem o mesmo carro.

Em comunicado por e-mail, o CEO da Uber Dara Khosrowshahi disse lamentar a notícia. “Estou profundamente entristecido com essa informação. Nossos corações estão com os entes queridos do Anil e a todos que estão sofrendo durante este período sem precedentes”, diz o texto.

Por Olhar Digital :: Notícias
https://olhardigital.com.br/coronavirus/noticia/motorista-de-uber-morre-de-covid-19-apos-transportar-passageiro-doente/98627